Gordura de Pequenas Regiões

Lipoaspiração Com Anestesia Local

Cirurgia de melhoria do contorno corporal - Gordura Corporal Localizada

O que é lipoaspiração com anestesia local?

Assim como a lipoaspiração convencional, este procedimento consiste na retirada de gordura do tecido subcutâneo através de cânulas com furos conectadas a um sistema de vácuo, que são introduzidas por incisões puntiformes (2 a 4 mm), porém é feito com aplicação de anestésico local o que limita o procedimento a apenas uma área aspirada em cada sessão. Pode-se tratar em uma sessão, por exemplo, a região dos culotes, ou a região dos flancos (cintura), ou a região do abdome superior e inferior, etc. Após a sessão, o paciente pode retornar imediatamente à sua rotina, sem precisar de um período prolongado de afastamento, com pouca dor devido à pequena área tratada e sem seqüelas anestésicas, já que é anestesia local.

No entanto deverá tomar os mesmos cuidados com a área operada (drenagem e cinta). A limitação desta técnica é que só pode ser feita uma área por vez para que não se exceda a quantidade permitida de anestésico local, porém a vantagem de não se afastar do trabalho acaba sendo ideal para o estilo de vida de muitos pacientes que desejam seu contorno corporal melhorado! As sessões de lipoaspiração com anestesia local podem ser repetidas semanalmente, até que todas as áreas desejadas sejam tratadas satisfatoriamente.

Quais os cuidados pré-operatórios?

O paciente terá todas as orientações por escrito sobre a cirurgia, devendo sempre estar atento ao seu estado geral e comunicar qualquer alteração, como uma gripe, dor de garganta, ardor ao urinar, etc. Nesse caso, o paciente será avaliado e a cirurgia poderá ser adiada para sua própria segurança. Deve-se prestar atenção ao jejum, caso este seja solicitado, vir acompanhado para a cirurgia e evitar o uso de brincos, anéis, piercings, esmaltes coloridos nas unhas, etc. O paciente será submetido uma serie de exames pré-operatórios (laboratoriais, Rx e eletrocardiograma) e por avaliações pré-operatórias a depender das condições clínicas. O uso de algumas medicações como ácido acetil salicílico, ginko biloba ,bufedil, vitamina E , anticoagulantes e fórmulas para emagrecer deverão ser suspensas pelo menos 15 dias antes da cirurgia . Qualquer medicação usada deve ser informada ao médico, pois várias delas podem causar efeitos colaterais que obrigam à suspensão da cirurgia. Da mesma forma o tabagismo é altamente indesejável. Serão feitas fotografias pré-operatórias para posterior comparação.

Qual o tipo de anestesia?

A anestesia local é um dos diferenciais desse procedimento em comparação com a técnica tradicional. Na anestesia local o paciente mantém sua respiração espontânea, sem tubos na traquéia, permitindo uma recuperação quase que imediatamente após o procedimento, sem “ressaca” ou limitações motoras, recebendo alta para casa com pouca ou nenhuma dor. No entanto, o paciente deve estar bem orientado de que ele estará acordado durante todo o procedimento (que pode ser uma vantagem, já que isso permite sua participação ativa no resultado cirúrgico), e que as picadas da anestesia local serão sentidas no início do procedimento. A dor dessas picadas é discreta já que são usadas agulhas muito finas sendo muito bem suportada pelos pacientes. Desde que o paciente seja avaliado corretamente os procedimentos anestésicos atuais oferecem baixíssimos riscos de problemas. Pacientes ansiosas que não desejam presenciar e participar ativamente do procedimento, não são candidatas a esse tipo de procedimento, e deve-se preferir a lipoaspiração sob outras técnicas anestésicas (ver lipoaspiração e lipoescultura).

A cirurgia

A lipoaspiração com anestesia local é feita em regime ambulatorial, ou seja, é recebe-se alta pouco após o término do procedimento. O paciente permanece acordado durante a infiltração de anestésico local e o ato cirúrgico, podendo mudar de posição conforme a necessidade, observar comparativamente o resultado e até mesmo opinar sobre o procedimento. A lipoaspiração é feita com cânulas mais finas de 2.5 a 3 mm (microcânulas) e dura de 1 a 2 horas . Pacientes ansiosas que não desejam presenciar e participar ativamente do procedimento, não são candidatas a esse tipo de procedimento, e deve-se preferir a lipoaspiração sob outras técnicas anestésicas (ver lipoaspiração e lipoescultura).

Cicatrizes

As cicatrizes da lipoaspiração são pequenas incisões que se localizam em áreas planejadas para ficarem disfarçadas sob as roupas íntimas, e passará por vários períodos de evolução. Inicialmente as cicatrizes ficam avermelhadas e evoluem para uma coloração próxima à cor da pele. Podem ocorrer quelóides, cicatrizes elevadas e alterações na coloração das cicatrizes, que serão tratadas pelo cirurgião.

Dor

Após uma cirurgia de lipoaspiração com anestesia local o paciente poderá ter aumento transitório de sensibilidade na área onde foi realizada a cirurgia, que geralmente começa após o primeiro dia, porém a dor não costuma ser intensa, e pode ser controlada com analgésicos. Repouso e uso de roupas confortáveis auxiliam na diminuição da dor.

Recuperação

Podem-se iniciar as sessões de drenagem linfática 48 horas após o procedimento cirúrgico, e recomenda-se usar a cinta elástica por 4 semanas, além de roupas confortáveis (não usar roupas apertadas, inclusive roupas íntimas) e evitar exposição solar por 30 dias ou até desaparecerem todas as manchas roxas. Tomar sol pode marcar permanentemente a cicatriz recente (vermelha) e deverá ser evitado por completo no início, sendo liberado gradualmente e com proteção adequada de acordo com o clareamento (amadurecimento) da cicatriz. A partir da liberação para tomar sol, usar fator de proteção solar 60. Após a cirurgia, a paciente deverá tomar o antibiótico indicado, em geral por 7 dias, além de um antiinflamatório por 3 dias e um analgésico apenas quando sentir dores. O primeiro retorno será após 4 dias da cirurgia e, depois, semanalmente para troca de curativos e acompanhamento. Ao longo do 1º mês a paciente deve voltar a realizar as atividades cotidianas, como dirigir (ao redor do 7º dia), caminhar, etc. Exercícios gerais poderão ser liberados após 40 dias.O uso de loções hidratantes é liberado a partir da segunda semana pós-operatória. Não deverá realizar esforços físicos nem carregar peso num período de 15 a 30 dias, pois a região aspirada apresenta certo grau de dor pós-operatória que pode ser controlada com analgésicos e minimizada com a limitação de atividades físicas intensas. É importante ressaltar que, apesar da lipoaspiração com anestesia local parecer um procedimento pouco invasivo, pois é feito através de pequenas incisões, sempre há um trauma cirúrgico, portanto todas as recomendações pós-operatórias devem ser seguidas para que haja uma boa recuperação!

Resultado final

Os resultados podem ser duradouros se você mantiver disciplina na alimentação e atividades físicas regulares. Nos primeiros meses ocorre inchaço nas regiões aspiradas que deverá regredir com sessões de drenagem linfática e o uso contínuo de malha compressiva. Não se deve considerar como definitivo qualquer resultado antes de 6 a 12 meses pós-operatórios, quando ocorrerá a cicatrização completa e retração definitiva da pele.