Cirurgias de Orelha

Reparo de Deformidades na Orelha: Piercings, Alargadores e Jiu-Jitsu

A orelha é um órgão sujeito a inúmeras deformidades adquiridas ao longo da vida. A mais comum delas é a fissura do lóbulo de orelha, causada pelo uso de brincos que rasgam o lóbulo até partí-lo ao meio (ver Correção de Lóbulo de Orelha). Mas há outras deformidades, causadas pelo uso de piercings, pela prática de lutas marciais de chão e pelo uso de alargadores de orelha que podem ser corrigidas por cirurgia plástica.

Leia mais...

Correção de Fissura de Lóbulo de Orelha (Lóbulo Rasgado)

O que é Correção de Fissura de Lóbulo de Orelha?

Fissura de lóbulo de orelha é o termo médico para designar a lesão causada quando o orifício do brinco se alarga ou se rompe completamente, deixando o lóbulo da orelha partido. O alargamento do orifício do brinco e a sua ruptura completa são causados por brincos pesados ou trauma com tração. Ambos são passíveis de correção cirúrgica com anestesia local, um procedimento que pode ser realizado na clínica.

Leia mais...

Reconstrução de Orelha

Reconstrução de Orelha (Trauma, Deformidades de Nascimento, Síndromes)

O que é a Reconstrução de Orelha?

A Reconstrução de Orelha faz parte da cirurgia plástica reparadora, buscando oferecer tratamento para aqueles pacientes que nascem com malformações ou ausência de orelha e para aqueles pacientes vítimas de algum trauma ou ferimento na região da cabeça e acabam perdendo toda ou parte da orelha.

A Reconstrução de Orelha abrange inúmeros procedimentos e técnicas que quase sempre envolvem 2 ou mais cirurgias programadas de acordo com cada caso.

Reconstruções apenas do terço inferior da orelha (do lóbulo) muitas vezes podem ser feitas com anestesia local na clínica.

Cirurgias de reconstrução total da orelha ou de seus dois terços superiores normalmente necessitam de 2 cirurgias com um espaço de 6 meses entre elas, com anestesia geral no hospital.

Leia mais...