Risco Cardiovascular

Como avaliar o risco Cardiovascular

No Brasil, e noutras partes do mundo, as doenças cardiovasculares são as principais causas de mortalidade.

Além da dosagem do colesterol e triglicérides, já existem muitos outros exames de laboratório que antecedem a doença vascular antes que ela se manifeste, o que nos dá “tempo” para tratarmos ou “amenizarmos” o problema.

Sabemos que níveis baixos de HDL-colesterol e elevados de LDL – colesterol e triglicérides, aumentam a chance de um infarto.

Além dos antecedentes hereditários de cada individuo, já temos à disposição alguns exames de laboratório, que predizem o maior risco das doenças cardiovasculares.

São eles:

- LIPOPROTEINA (A) – está associada a maior chance de alterações oclusivas em vasos, quando ultrapassa 30 mg/dl (30 miligramas por decilitro).

- APOLIPOPROTEINA A-1 (APO A-1) e (APOB-100)

Quanto maior for a relação entre elas maior o risco de infartos vasculares.

A PROTEINA C REATIVA (PCR) de alta sensibilidade - é um indicador de inflamação, em placa de ateroma (acumulo de gordura dentro do vaso), dando como conseqüência, fechamento (oclusão) “agudo” do vaso sanguíneo.

Como a PCR também é usada como marcador de processos infecciosos (como por exemplo reumatismo), sem valor normal para risco vascular é de até 0,11 mg/dl. Acima deste valor o achado deve ser investigado.

Segundo o laboratório Fleury, a investigação laboratorial de risco cardiovascular deve se iniciar a partir dos 20 anos, dosando-se triglicérides e colesterol com suas frações e repeti-los a cada 5 anos, se seus valores estiverem normais.

Se houver na família, antecedentes de problemas cardiovasculares, estes exames devem ser realizados com maior freqüência.

Já em relação aos demais exames só devem ser realizados quando já houver um risco identificado (por exemplo, nas pessoas que já sabem ser portadoras de colesterol alto), ou em situações de emergência, onde a história vascular possa sugerir um problema cardiovascular.

Seguem-se os valores de referencia do colesterol total e de suas frações e dos triglicérides:

 

Colesterol Total (mg/dl)
LDL - Colesterol (mg/dl)
HDL - colesterol (mg/dl)
Triglicerides (mg/dl)
VLDL
Desejável: <200
Ótimo: <100
Normal ? 40
Normal: <150
Até 10 anos: inferior a 20 mg/dl
Limite: 200 - 239
Subótimo: 100-129
 
Limitrófe: 150 - 199
11 a 19 anos: inferior 26 mg/dl
Elevado:? 240
Limítrofe: 130 - 159
 
Elevado: 200 - 499
Maior que 19 anos: inferior a 30 mg/dl
 
Muito Elevado:?190
 
Muito Elevado: ?500